GRRRRR....

Há lá alguma coisa mais irritante que ver os pais a passear com os filhos, no supermercado, ao fim-de-semana, pelo meio das prateleiras dos brinquedos, para as crianças escolherem as suas prendas de Natal (já nem me atrevo a escrever isto no singular...) ?
Deixem lá ver se me lembro como é que isto era suposto funcionar: as prendas eram suposto ser surpresa, certo? Algo com que se sonha e se imagina e parte da diversão era pensar o que nos ia trazer o Natal. Alguém me explica que sonho sobra estes dias?

6 comentários:

José Guimarães disse...

Por que você acha que é irritante?
Ao contrário, acho bonito.
Irritante, a meu ver, é ver os pais brigar com os filhos porque não podem comprar o que eles pedem.
É o que faço, sempre.

Mau Feitio disse...

Eu acho irritante porque prendas não são coisas que se pedem. Recebem-se. Ganham-se. São surpresa! Irrita-me porque não é suposto ascrianças deterem o poder e os pais açenarem que sim com a cabeça ou terem de discutir com as crianças por causa do preço das prendas quando elas não as deviam pedir.

myself disse...

Não sabias que o sonho já não comanda a vida?

Mau Feitio disse...

Não, não sabia. E espero que estejas enganada porque sem a minha dose de sonho diária eu não sou nada...

Tobias disse...

ui, isto vai...irritadiço! Tenho de concordar com a "mau feitio".... Nós podiamos sempre dar sugestões, que pelo menos no meu caso, o Pai NAtal tentava acatar, mas ficavamos sempre na expectativa. Só sabiamos na noite de Natal. E metade da piada era essa. A expectativa!

Mau Feitio disse...

tu entendes-me tobias!