Já me irritaram. Mais uma vez.

E fazem isto todos os anos. E eu devia habituar-me mas não dá.

E portanto deixem-me destilar um bocadinho de veneno. Em Novembro eu odeio: pais natais a pilhas, de borracha, comm molas, que cantem, pequenos, grandes, insufláveis, bem acabados, mal acabados. Odeio pinheiros falsos com decoração pré-instalada ou sem ela, de lástico, ráfia, estáticos ou capazes de dançar o Hula (si,! já vi isto!). Bolas douradas e prateadas são kitsch e toda a gente sabe que não se pode abusar do kitsch. Caixas a fingir de prendas são promessas falsas. A iluminação nas ruas é quase sempre medonha.

Eu gosto do Natal, até já o ando a preparar mas tal como é interpretado pelas lojas e pelas autarquias, para mim é um atentado visual que me faz ter vontade de ficar fechadinha em casa até às limpezas de Janeiro.

Comentários

anainsaigon disse…
E nao te esquecas dos pais natal pendurados nas varandas e chamines! Magritos e com o enchimento a cair sob o efeito da gravidade! Feios como a noite!
Que la para finais de Dezembro aparecem estrangulados na corda ou virados ao contrario (so foram feitos para se verem de costas) ou sem um ou outro membro.
Alguns aguentam-se ate a primavera e depois disto perco-lhes a nocao de cronologia.
Talvez os pais de familia, depois da estafa de os pendurar nao queiram repetir... la pensam "vou deixar ficar... aproveito e ja fica para o proximo"

Peste, (ou es maufeitio?)
fiquei curiosa sobre o teu post "do passado".
Manda um e-mail a contar mais!
Mau Feitio disse…
troquei de peste para mau feitio porque acho que fica melhor!
Tobias disse…
...eu gosto dos do Hula.... :D
Mau Feitio disse…
isso é porque não os viste! vai ao corte ingles edepois falamos!
Tobias disse…
Mas a melhor, melhor que eu vi, foi um pai natal que dançava e hula e dizia que era o Easter Bunny....