Não há nada a fazer...

.... circular pelos arrabaldes das grandes cidades é irritação segura. Primeiro porque são feios, muito feios, com rédios a descacar, pavilhões industriais medonhos, neons gigantes de propaganda aos Pneus Fonseca, um aspecto descuidado de quem está ali mas não queria estar. E depois são confusos, as saídas têm todas o mesmo nome e quando o nome passa a ser outro já passámos a nossa saída e só conseguimos virar para trás uns km mais à frente, a estrada principal está cheia de escapatórias piratas em terra batida para cada um dos pavilhões industriais e, invariavelmente, chega-se a um beco sem saída.
Fala a voz da experiência.

2 comentários:

M disse...

Alguns são feios, muito feios...
E há pessoas a viver lá no meio:(

Mau Feitio disse...

Nem cheguei aí.... isso então é para cortar os pulsos....