As irritações de fim-de-semana

São, infelizmente, sempre as mesmas. E atacam sobretudo ao domingo à tarde. É que, aqui no Porto, sair de casa ao domingo à tarde e ir para um lugar bonito significa cair num maralhal de gente, tudo com os belos fatos-de-treino e os putos atrelados atrás, a choramingar pelo algodão doce que não comeram. E mesmo que um pessoa se esconda em Serralves ou outro lugar do género, o regresso a casa é um suplício de domingueiros a conduzir, gente a entrar e a sair do shopping e uma confusão que não se pode. Portanto, para evitar essa irritação, escolhe-se outra: a televisão. Que, diga-se de passagem, anda uma miséria no fim-de-semana.
A coisa boa disto tudo é que a única solução acaba por ser escolher um livro, pôr uma manta nas pernas, a Edith Piaf a cantar e passar a tarde encolhida no sofá, sendo os únicos exercícios admissíveis virar as páginas do livro e ir até à cozinha buscar mais uma chávena de chá!

4 comentários:

M disse...

Não partilho as tuas irritações de fds, mas sem dúvida que nestes dias de Inverno, e depois de muita azáfama, o que apetece mesmo é ler um livro enrolada no sofá com uma caneca de chá ao pé.

Tobias disse...

ai....sabe tão bem esse programa de inverno.... custa só de pensar os dias que ainda faltam para que o possa fazer! Quanto às irritação.... Já me estão no sangue como evita-las! Aos fins de semana, da parte da tarde, já estou programada para ficar sossegada num sítio pouco público, de preferência em casa! Já agora, o domingo de manhã é o dia ideal para fazer compras!

Mau Feitio disse...

O domingo de manhã é o dia ideal para sentar numa esplanada a ler o jornal!

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e