Deixem o Tibete em paz!




Porque a única coisa que este povo quer é que o deixem viver em paz, com as suas orações, perigrinações, crenças, boa sorte e má sorte. Deixem-nos em paz no seu cantinho difícil do mundo, onde eles só querem sobreviver a mais um Inverno.
Deixem-nos em paz porque Lhasa é lindíssima e doi-me ver as imagens de violência em frente aos mosteiros.


Sem comentários: