A nova geração ao poder

A Páscoa está cheia de tradições... ele é o famoso rally das tias (quem não lia o Espanholices que pergunte que eu explico), os biscoitos e as broas, a frase "Onde é que anda o padre", o queijo com açúcar, o borrego assado...
E este ano a tradição continuou a ser o que era (ou até melhorou porque o queijo fresco estava a perder-se mas a minha mãe fez um este ano). Mas com uma ligeira alteração: nova geração ao poder. Com a minha mãe de cama com uma gripe mortífera, eu e as minhas primas assumimos as rédeas do controlo. Só não aquecemos o forno a lenha, mas fizemos os biscoitos, amassámos o pão, temperámos o borrego e assámo-lo até ficar delicioso e sumarento! A minha mãe andava por lá, a sentir-se impotente com os filhos e os sobrinhos a tirarem-lhe tudo das mãos mas afinal ela estava doente, com febre e eu vinha-me embora no final do dia e queria deixá-la semi-curada. E por isso, fizemos nós. E provámos que estamos aptos (como se pode constatar da foto anexa)!

3 comentários:

M disse...

Esta parte não tinhas contado!
Muito bem meninas:)
E a tua mãe, ficou boa?

anainsaigon disse...

Nao sei o que e que deixa a tua mae mais doente... uma gripe de 40 graus ou nao poder preprarar as comidinhas da pascoa?
Sim, porque uma mulher de armas como ela quer accao, quer ser util, quer fazer comidinhas boas para toda a gente :)
Mas... Brava, pelo sucesso, os biscoitos fizeram-me agua na boca :)

MauFeitio disse...

Sim, a minha mãe já está melhor. Ainda não no ponto mas já anda pela casa desde domingo a limpar e a fazer e a tratar.