Quando eu for grande

Quero cantar como a Edith Piaf... Esta senhora tem conseguido que as minhas viagens matinais de Metro sejam muito agradáveis e consegue fazer-me rir, chorar, falar a sério.
E por acaso hoje ocorreu-me que se algum dia eu subisse a um altar, gostava muito de ter esta banda sonora:

Comentários

DÓ # disse…
Quanto à Edith Piaf, estás cheia de razão!
Grande voz! Grande senhora!

Talvez fosse mais adequado ouvi-la nas viagens de metro em Paris.
Não haverá boa música espanhola e bons cantores espanhóis?

Já agora: o que significa "se algum dia eu subisse a um altar"?

Saludos.
MauFeitio disse…
do#, tenho uns cds fantásticos de flamengo clássico do Diego El Cigala e um de flamengo contemporâneo de um grupo chamado Vengué. E depois temos sempre o incontornável Paco de Lucia.
"Se algum dia eu subisse a um altar" significa isso mesmo. Gostava de um dia ter uma família mas a ideia de me vestir de suspiro e subir a um altar para prometer a um Deus em que acredito mas não da forma que mo vendem que vou amar para sempre quem está ali ao meu lado é, no mínimo, estranha para mim. Acho que não preciso dessa promessa a Deus nem acho que essa acção seja um garante de que esse amor continuará para sempre. Mas como nunca se sabe o amanhã, se isso algum dia passar, esta seria uma boa banda sonora. Nesse caso, existe algo mais bonito do que entrar na igreja dizendo, simbolicamente, que a vida começa nesse instante com a pessoa que se ama e que o passado, seja ele qual for, fica para trás? Muito romântico :-) (sim, porque se algum dia me vestir de suspiro, então faço a fita toda até ao fim e vai ser um dia memorável e atascadinho de simbologia!)
M disse…
Fizeste-me lembrar do filme que vimos juntas sobre a vida dela, lembras-te?
Acho um banda sonora muito apropriada, e sim, romântica como convém, se um dia te decidires a vestir de suspiro:) mas, seja assim, ou de outra forma, vou gostar mt de te ver concretizar o sonho de ter uma família!
Anónimo disse…
Pois, minha linda, se algum dia subires ao altar de suspiro já sei qual é a prenda que te dou: tenho uma amiga, a Nádia, que canta canção francesa com o Maestro António Vitorino de Almeida e tento(não posso prometer, mas posso tentar!...) levá-la (pelo menos a ela) para te cantar a canção! Ela é fantástica (não que isto diga muito, mas ela foi a vencedora de um Chuva de Estrelas com a Edith Piaf...)

E é linda a minha amiga!

Fica aqui prometido! Se subires ao altar a minha prenda é levar-te a Nádia para cantar esta canção! Ui, até me arrepiei...


Anabela
MauFeitio disse…
Olá Anabela! Acho que já vi uma entrevista com essa tua amiga. Ela canta com o maestro mas tem outro espectáculo qualquer em paralelo, não tem?
Tobias disse…
olá!
A canção já "não está lá"! :( Parece que não fui a tempo! Diz lá o nome da dita, por favor! E eu gostava de te ver vestida de suspiro e a ter direito à fita toda. Acho bonito.
Samsara disse…
Maufeitio estarei lá nesse dia para ver um suspiro encantador. E a música sim, especial, não imaginava outra coisa vindo de ti, uma cantora com alma, uma amante da música.Depois vingo-me, bandalheira total, boa claro!
Bjs.