Isto não vai ser um processo fácil

Ele há mudanças e mudanças. Muda-se o corte de cabelo porque sim. A cor dos sofás também. O carro porque o velho está velho e já agora o novo é mais giro (sim, eu sou mulher, quando compro um carro, o parâmetro "giro" conta).
Depois há outras mudanças. Estruturais. Mudanças na nossa maneira de pensar. Mudanças que até sabemos que deviam acontecer mas não sabemos bem como. Nestes casos, não costumo aceitar um "porque sim" como resposta. Mudar porque se acha que está mal e aderir sem pensar muito e perceber bem outra solução é uma coisa que não faço. O que facilmente faz com que as pessoas pensem que sou ou burra ou estupidamente teimosa. Mas é mesmo assim. Enquanto não percebo bem, equaciono levemente mas não adiro. Considero-me um ser pensante e portanto tenho de perceber.
E parte da canseira profunda que sinto hoje é porque passei 2 dias a tentar perceber. A lutar para que o que me diziam fizesse sentido. E finalmente fez-se-me luz e percebi. E agora vem a parte pior. Pensar sobre as coisas, analisar duas perspectivas diferentes, perceber o que é melhor numa ou noutra... vai ser uma luta. Grande. Que não posso começar hoje mas que também não posso adiar por muito tempo. E só espero que, durante o processo, o facto de eu não aderir imediata e incondicionalmente à mudança, não seja visto com maus olhos. É porque estou a pensar. E para isso acho que me pagam.

2 comentários:

Tobias disse...

ui, atão?! que se passa?! Tu pensa, mulher, tu pensa! Mas descansa tb no fim de semana! Bjs

MauFeitio disse...

Trabalho Tobias. Sempre o trabalho...