Ele há coisas ridículas

E voltamos às irritações de engenheiro. Liguei a televisão para ver as notícias e aparece um sr, com casa na Damaia, a queixar-se que as obras da CRIL lhe vão destruir o pátio traseiro e que a casa vai deixar de ter condições para ser habitada. E, pior que tudo, acho que o ouvi dizer que comprou a casa à 3 anos. O que a ser verdade, não me deixa outra solução senão dizer que o sr. é burro. Trabalho à 10 anos numa empresa ali na zona e desde sempre ouvi dizer que a CRIL ia ali passar. E desde sempre vi lá evidência de contestação. Qual foi a ideia? Comprar uma casa que já se sabe que vai ser meia-destruída para depois exigir uma nova, com jardim e anexos, e já agora vista para o mar?
É óbvio que o progresso não deve ser a qualquer custo mas também não é possível fazer omoletes sem ovos. E a malta tem noção de quanto custa um túnel rodoviário? Por favor, façam-nos só quando for estritamente necessário e não esbanjem o dinheiro dos meus impostos, tá?
É a atitude.... ninguém nos liga, as instituições deste país estão contra nós, os tribunais nunca fazem nada a nosso favor.... já pensaram que se tanta gente vos mandou às urtigas é porque não têm mesmo razão? Já pensaram que dá muito trabalho organizar uma conspiração institucional contra os donos de umas vivendas? Já pensaram que não pode ser sempre tudo para nós quando interesses de muito mais gente estão em jogo? E sim, acho que aquelas vivendas valem menos que as pegadas dos dinossauros portanto não, não se faz aí um túnel. Até porque vocês iam arranjar maneira de falar contra ele fosse como fosse.

Sem comentários: