Patchwork

Inscrevi-me no curso de patchwork do Muuda. Achei que era boa ideia sentar-me a aprender com alguém que sabe. E a Irene Ferreira da Silva, na primeira aula, não me desapontou! Explicou como se faz, pôs-nos a experimentar e deixou-nos escolher das centenas de bocadinhos de tecido que trouxe os que queríamos para o nosso projecto. Eu diverti-me a escolher e acho que fiquei com uma paleta engraçada. Vou acrescentar alguns dos meus e meter as mãos ao caminho....


Matéria prima, upload feito originalmente por MauFeitio.




A experimentar, upload feito originalmente por MauFeitio.

Comentários

eMe-a-eMe disse…
a inveja é um sentimento terrivel, eu sei, e nem costumo ser muito padecedora de tal mal ; )
mas tenho que me confessar aqui, que inveja. estas coisas não chegam á provincia porquê? só te posso pedir que vás tirando notinhas do que vais aprendendo e depois fazemos um curso por mail, logo mandas o teu nib para o pagamento ; )
MauFeitio disse…
sabs que mais? é como o pão, não é difícil! mas é preciso paciência e é preciso estar disposta a desmanchar quando for preciso. mas posso ir passando o pouco que sei por mail. a sério!
eMe-a-eMe disse…
obrigada maufeitio que de maufeitio não tens nada ; )
como te disse há já algum tempo que me interesso e já tenho comprado algumas revistas com o intuito de aprender; mas os primeiros passos, os básicos mais básicos não há não vêm muito claros e acabo por desistir.
qualquer dia.
boa sorte para ti.
MauFeitio disse…
tenho tenho! acredita que consigo ser Muito MauFeitio!
o básico dos básicos é que tens de preparar cartões que vais usar para marcar a caneta ou lápis os tecidos. o truque é esse: marcar bem e coser pelos traços. coses até á extremidade, abres bem a costura com o ferro e avanças. experimenta com quadrados e vais ver que aprendes o princípio geral em 10 minutos. E a explicação segue quando eu tiver a próxima aula no dia 8!
eMe-a-eMe disse…
querida MauF. : )
obrigada pla explicação. realmente a história dos papelotes parecia um bocado estranha nas revistas.
eu já suspeitava que era um bocado como algumas de culinária. os segredos essenciais ficam por explicar.
agora tenho mesmo que tentar.
MauFeitio disse…
e convém alinhavares ou colocares alfinetes alinhando as marcações dos dois pedaços que vais coser. os danadinhos têm tendência para fugir e aquilo nem sempre vai bater certo mas no final funciona. começa por fazer bater os cantos e avança a partir daí. é tanto mais difícil quanto mais molezinhos os tecidos. já eliminei uma série deles do trabalho porque são demasiado frágeis. e foge de tudo o que for meio elástico!
eMe-a-eMe disse…
já vou arranjar um moleskine só para estas notas que me vais deixando : )

eu adoro ganga, mas desfia-se muito.
o ano passado comprei uns moldes de roupa de bonecas para fazer para uma sobrinha e nos que utilizei ganga foi terrivel.
aquilo já era muito miudo, agora imagina com tecidos que desfiavam.
mas ainda assim, ficaram giros.
obrigada.
MauFeitio disse…
com ganga nunca trabalhei... confesso que me assusta um bocadinho por ter um ar pouco maleável... vou ver se amanhã ou depois fotografo os blocos que já tenho para mostrar.