A história da casa

Adormeci e acordei a sentir-me uma irresponsável.... Quem me manda, tendo eu um apartamento tão fixe, andar à procura de outro só porque quero morar no Porto e não em Gaia? E quem me manda cometer a irresponsabilidade de me apaixonar por um apartamento antes de vender o meu?
Eu conheço-me. Sou perfeitamente despistada com o dinheiro mas também sei que luto pelo que quero. E se eu quero uma casa nova, que corresponde aos meus sonhos, eu sou capaz de ficar quieta e com as mãos nos bolsos e evitar durante muito tempo loucuras como as dos sapatos. Porque tenho um objectivo que vale isso. E por isso, tenho a certeza que me vou aguentar até vender a minha casa.
Mas porque não deixo de ser louca? Porquê esta busca por mais? Porque não ficar apenas quieta e feliz? Porquê pôr o coração da minha mãe em alvoroço "A louca da minha filha vai comprar uma casa sem ter vendido a outra..."?
Odeio estes dias em que me sinto uma irresponsável.

2 comentários:

M disse...

Que seria dos dias que passam sem estes momentos em que somos arrebatados??
Os sapatos já tens. E ainda vão durar uns tempos:)

MauFeitio disse...

sim sim, mas agora tenho quase vontade de não os ter comprado... pagavam parte da prestação! :-)