Ai a inveja #2

Outra coisa de que tenho muita inveja é a capacidade de criação artística. Invejo a capacidade de criar música, esculturas, quadros... E neste momento invejo em particular os Deolinda. Fui vê-los à Casa da Música e fiquei a gostar ainda mais da voz da Ana e das guitarras. Sobretudo do solista que toca realemente muito bem. O que ele faz com uma guitarra clássica é fruto de talento e muito muito trabalho.
Mas voltando à inveja. Invejo-lhes as melodias simples e as letras baseadas nas histórias mais banais. E louvo-lhes o gozo que eles tiram dessas mesmas músicas e das histórias porque isso vê-se. Nota-se-lhes o prazer de ser aquela personagem. Desejo-lhes que continuem a ser vítimas da minha inveja durante muitos anos porque isso significará muitos anos de muita e boa música!

Sem comentários: