35

Hoje faço 35 anos. Vou celebrá-los, como manda a sapatilha, no domingo. Em casa do Tio Sorrisos vai haver bolo e Murganheira Bruto e muita gente a cantar e a sorrir.
Mas confesso que hoje queria estar em casa. Queria jantar com os meus pais e abrir a prenda que o meu irmão de certeza planeou durante uma montanha de tempo. Queria discutir se aquele era ou não o bolo de anos mais feio da história da família (para já o bolo mais feio foi o que a minha mãe teve este ano!)
Queria ter de ir a correr à Cunha à hora do almoço para apanhar o bolo para o lanche no escritório e brindar com o Porto que o Engº FA vai discretamente trazendo e guardando no meu armário para quando for preciso. Queria andar há 2 semanas a convidar os amigos para uma festa no sábado e queria andar a fazer listas de todos os ingredientes para as receitas que entretanto escolhi. ... Queria dar uma festa com todos os amigos que ia também ser a verdadeira inauguração da casa nova e queria ter a malta espalhada pela sala e pelo terraço, falando disto e daquilo.
Eu juro que estes ataques de melancolia são muito raros. Juro que estou a fazer tudo o que posso para montar uma vida aqui e por ser feliz aqui. Mas hoje faço 35 anos e queria estar noutro lugar.

P.S. A melancolia é uma treta. Já estou a organizar um jantar para celebrar como deve ser a entrada nos 35!

9 comentários:

Dany disse...

MUITOS PARABÉNS!! Apesar de longe e um pouco melancólica espero que o dia corra bem e que no final estejas mais animadinha!
Bjokitas

Carlos Albuquerque disse...

Parabéns!
Sopro na velinha, ergo o Murganheira e canto-lhe os parabéns.
Para acalmar a melancolia, chegue aqui, passe os olhos por este poema de João de Deus:

Dia de Anos

Com que então caiu na asneira
De fazer na Quinta-Feira
Vinte e seis anos! Que tolo!
Ainda se os desfizesse...
Mas fazê-los não parece
De quem tem muito miolo!


Não sei quem foi que me disse
Que fez a mesma tolice
Aqui o ano passado...
Agora o que vem, aposto,
Como lhe tomou o gosto,
Que faz o mesmo? Coitado!


Não faça tal; porque os anos
Que nos trazem? Desenganos
Que fazem a gente velho:
Faça outra coisa; que em suma
Não fazer coisa nenhuma,
Também lhe não aconselho.


Mas anos, não caia nessa.
Olhe que a gente começa
Às vezes por brincadeira,
Mas depois se se habitua.
Já não tem vontade sua,
E fá-los queira ou não queira!
(João de Deus)
Hoje também é Quinta. Não são 26 mas 35!
Vá, sorria! Dê um chega pra lá na melancolia! :))
Abraço

MauFeitio disse...

:-) Obrigada Carlos! Nada como um poema divertido para alegrar o dia!!! :-)

eMe-a-eMe disse...

Parabéns querida vizinha blogosférica ; )
muitos parabéns.
desejo-te um dia muiiiito feliz.
compreendo as saudades... mas que vai ser um dia de anos inesquecivel, tens que concordar.
tudo de bom.

rosário albuquerque disse...

aí ou aqui... de certeza que toda essa gente está contigo! PARABÉNS

Marta Mourão disse...

Parabéns!!
Perfeitamente compreensível. É a saudade.
Vê as coisas desta maneira: terás muitos anos pela frente para passares o teu aniversário como gostas, mas agora tens a oportunidade de o passares de maneira muito diferente do habitual, que no mínimo prima pela originalidade :)

Tobias disse...

muitos parabéns.Não sei se és disso, mas no teu lugar sabes o que faria hoje? Colocaria uns "phones", um aparelho a tocar a música que mais me animasse e dançaria e berrava (=cantava)até que a voz me doesse e a alma se me acalmasse. Vou fazê-lo por ti, daqui a pouco, no carro. Espero que sintas aí e que sorrias. Vou estar a pensar em ti. Parabéns e um beijo enorme!!!!!

Samsara disse...

Olá minha linda

Muitos Parabens, tem um resto de dia feliz :))

Beijinhos

Sílvia Silva disse...

parabéns...parabéns...atrasados, mas parabéns na mesma.
pensa assim, os aniversários no mesmo sítio com as pessoas do costume vão se repetir uma vida inteira.
já em angola, com um tio que se chama sorrisos e pessoas novas, não serão tantos assim. aproveita, pois vai ser bom de lembrar mais tarde.
bj