Um dia mau

Lá por eu dizer que Luanda e Angola não são bem o que se conta, também não significa que a vida por aqui seja fácil.
Tenho água da companhia. É raro falhar mas para as falhas existe um depósito na cobertura. Dá-se conta quando a água falha porque diminui a pressão.
Mas agora estou mesmo sem água. Rebentou ontem uma conduta aqui nas redondezas e o tanque nada. Basicamente devia estar cheio. Mas cheira-me que estou a sofrer as retaliações do responsável do condomínio em relação aos condóminos que não apoiam uma estrutura publicitária que ele quer pôr na cobertura. E como ameaçaram trazer cá a polícia, o Sr. decidiu que não há nada na cobertura, cadeados à porta, "não há depósitos nenhuns a cobertura" mas à hora de almoço em bem que ouvia o pessoal a trabalhar lá em cima a montar a estrutura.
Resultado: acho que amanhã vou tomar banho a casa de uma colega, 18 kg de água que tiveram que ser carregados até ao 6º andar, a louça a pulular de formiguinhas pequeninas e irritantes (desculpem lá, mas água engarrafada para lavar louça é um bocadinho demais) e a Wii desligada porque não há hipótese de banho a seguir. Há dias em que uma miúda não devia acordar.
Desculpem, mas eu vou ali preparar uma dose de profilaxia da malária.

Sem comentários: