Música e lugares

Nunca tive umas associações muito fortes entre música e lugares. O que ouvia era ditado por um qualquer apetite interno que nunca dei conta que fosse muito condicionado pelo exterior. Em Angola as coisas mudaram.
No meio da natureza, a ver as ondas em Cabo Ledo ou estrelas na Kissama, eu preciso de música extraordinariamento boa. Bach. Carlos Paredes. Vivaldi. Mozar. Nada de letras que me distraiam. Preciso de música que complemente a beleza que rodeia e que me mantenha lá.
No trânsito ou nas estradas à volta de Luanda eu preciso de energia. Goran Bregovich, Pixies, U2, Nivana, Rolling Stones. Preciso de me manter animada ou então simplesmente música exuberante que bata certo com a estrada.
Os companheiros nas horas de costura são outros completamente diferentes e dei conta que nessa altua ouço Joni Mitchell, Bob Dylan, Divine Comedy, Joan Baez, Nick Cave, Tom Waits.
Por agora, fiquem com a banda sonora dominante de hoje:

1 comentário:

Tobias disse...

Ui! Estamos com o nervoso miudinho!... :D