Por aqui?

Passei a semana a reganhar confiança para conduzir. A experiência com a polícia no fds passado deixou marcas. Agora parece que voltei aos primeiros dias cá em que tanta polícia na rua me metia confusão e tinha medo que me mandassem parar porque não sabia como reagir. Hoje sei como reagir mas não quero que me mandem parar.

Como todos, eu tenho um olho selectivo. Deixo de ver o que não quero ver. Tinha deixado de ver tantos polícias e as armas mas esta semana tudo me saltou de novo à retina. E fez-me pensar que os países em que a presença policial é mais visível nunca são os mais seguros. Aliás, a presença da polícia recorda-nos a todo o instante que o perigo está lá. Existe. Lembro-me de ver muito poucos polícias na Dinamarca e foi o país mais seguro onde já estive.

Mas a vida volta ao normal. Jantares de sábado à noite, combinas para o fds seguinte. Começo a conhecer as pessoas bem o suficiente para os jantares serem em casa delas (isto de eu ter uma colega de apartamento corta-me um bocadinho as asasparaa retribuir mas a malta entende). Fazem-se planos de viagem para a Páscoa. Descobre-se a cada instante alguém que conhece alguém que conhecemos. O mundo em Luanda é ínfimo.

Pelo meio, quando se tem sorte, conseguem-se fotos como esta:


Entre o Futungo e o Mussulo, originally uploaded by MauFeitio.

2 comentários:

SofiAlgarvia disse...

Uauuuuu!!!!
E eu que estava toda contente, porque hoje o sol brilhou por cá?!
Com essa fiquei sem palavras...

MauFeitio disse...

Sofia, ainda não me conheces bem mas eu não sou menina de andar infeliz muito tempo. Lambem-se as feridas um bocadinho e depois meia bola e força!