Em resumo

As duas últimas semanas foram duras. Daquelas em que a única solução é concentrar no que fazemos, o resto do mundo que espere aí até lhe podermos dar atenção. Dormi pouco, as minhas rotinas ficaram todas debaixo da cama esquecidas. Mas estou contente! A auditoria veio provar que afinal eu e os meus colegas não estamos cá de férias, temos trabalho feito. Não nos esperam uns meses fáceis agora mas afinal nunca são. E eu saí destes dias mais forte, a saber que a minha capacidade de lutar, de batalhar, é grande, a saber que já sou capaz de controlar o meu mau humor quando durmo pouco (quem me conheceu na faculdade sabe que eu ficava insuportável durante as queimas em que a minha comissão de curso teve barraca porque o trabalho tinha de aparecer feito e 2 horas de sono por dia punham-me em carne de cão). Descobri ou percebi ou apercebi-me que tenho algum equilíbrio entre as palmadinhas nas costas e os olhares mortíferos. Descobri que estou no ponto de ser convidada para reuniões onde em princípio não seria necessária mas o meu input pode ajudar. Em suma, descobri que profissionalmente estou numa fase boa. Muito boa até. E como o sol brilha lá fora, a vida é bela!

Sem comentários: