Mas apesar de achar que Portugal é um excelente lugar para viver...

... nem por isso deixo de ser crítica. Tenho a sensação que muito está na mesma. As mesmas queixas, as mesmas notícias. Toda a gente a pedir subsídios por tudo e por nada. Malta a dizer à cabeça que não vai trabalhar porque os transportes públicos estão em greve e eles não vão usar o carro pessoal para ir trabalhar (esta ganha todos os prémios!!!! só falta dizerem que não vão trabalhar porque está trânsito!!!). Ainda se discute o jornal da Manela Moura Guedes e continuam a passar novelas horrendas. Assim como assim, chego cá e quase sinto que nunca saí.

3 comentários:

rosário albuquerque disse...

o que vou dizer é mau, mesmo muito mau; especialmente porque é um diz que disse...
sabes que aqui na região Oeste houve muitos temporais no final do ano passado. o governo decidiu atribuir uns subsídios aos agricultores lesados. recentemente, em conversa com a mãe de uma colega da minha filha, que é proprietária de um stand de automóveis, disse-me ela: "ainda bem que isto vai melhorar, agora quando o governo começar a dar os subsídios é que vai ser vender mercedes... é sempre assim!"
eu não quero parecer aquilo que não sou mas, apesar de tudo, apesar dos ordenados de miséria que a grande maioria tem, das escandalosas quantias que custa pagar uma casa (comprada ou arrendada) e ter filhos, apesar de tudo, acho muito honestamente que trabalhamos mal e pouco! em compensação exigimos demasiado. é a minha visão. espero poder contribuir para uma mudança nesse sentido!

MauFeitio disse...

em média, diria que somos pouco eficients.

eMe-a-eMe disse...

estamos, o país está, como uma telenovela. a pessoa deixa de ver durante uns meses e quando volta a espreitar, na esperança que algo tenha mudado, está tudo na mesma. agora imagina quem é obrigado a viver esta novela todos os dias.
um suplicio. não fora a net e a nossa blogolândia...não sei.
bjs. e boas férias