Coisas que acabam

De vez em quando algo acaba. Por vezes com um grande estrondo, outras apenas com um pequeno nada. O que equilibra o universo é que há sempre pequenas e grandes coisas que se criam. Mas o que me espanta mesmo é como pormenores, meros detalhes que não importam nada, são o  que nos faz muitas vezes ver o que acabou e seguir em frente.

2 comentários:

Samsara disse...

O Universo está em constante mudança, é feito de ciclos. Lamento profundamente que os ventos tenham trazido um recado com laivos filosóficos e não uma comunicação directa, frontal…nada que me surpreenda, mas que me entristece. Mas foi bom saber, apesar de tudo, obrigada.

Li disse...

Bom.... às vezes a vida é assim. Quando se dá por ela, quem tinha tanto em comum connosco, deixou de ter. É natural que fiquemos tristes.... Depois é levantar a cabeça, olhar à volta, ver onde estão aquelas pessoas com que nos identificamos e seguir em frente. Não esquecer quem já não nos acompanha mais (até porque aprendemos com eles), não guardar mágoas e avançar.
Beijinho, fica bem.