Uma desilusão

The Quiet Girl é o primeiro livro que leio do Peter Hpeg que me desilude. Desde o Miss Smila que levo para casa todos os livros dele que encontro. O Miss Smila continua a ser o meu favorito mas adoro The History of Danish Dreams, gostei do Borderliners e do Woman and the Ape. Mas desta vez o livro sabe a déjà vu, uma repetição do Smilla mas na versão masculino. E desta vez não é o gelo mas os sons que conduzem a história. Mas enfim, um livro desnecessário.
Confesso que não gosto muito de escritores que se repetem. Eu preciso de ler uma história, não 50 versões dela. Por isso é que um dos meus autores favoritos é o John Updike: cada livro é diferente. O Peter Hoeg era assim.... vou dar o benefício da dúvida ao próximo livro. Mas espero que seja melhor!

Sem comentários: