#6 (365)



#6 16/08/2010, originally uploaded by MauFeitio.

Quando se vai na Samba para Luanda Sul, há um morro à esquerda. Tem um musseque lá em cima. O que me assusta é o lixo que desce pela encosta, a proximidade das casas ao talude e a certeza que parte daquilo vai cair com cada chuvada.

6 comentários:

Patinha Feia disse...

É assustador! Tanto pela fragilidade do talude como pela quantidade de lixo... muito lixo a céu aberto...

MauFeitio disse...

Aqui nem tanto mas na Boavista à casas que já estão literalmente fundadas no lixo.
O talude também é um caso grave. Luanda e feita de "areias vermelhas". É um material excelente quando está secop mas se lhe deres umas gotas de água...

M disse...

condições de estabilidade muito precárias, mas a falta de cuidado com o seu próprio espaço (o lixo assim lançado à volta de casa) é tão ou mais ilustrativo da "miséria"...

MauFeitio disse...

M, não sei se podes ver a coisa assim. Recolha de lixo em Luanda, tal como nós estamos habituados, é mais ou menos recente. Confesso que não sei se já chegou verdadeiramente ao musseque. Mesmo que já tenha chegado, este já lá está há algum tempo. E antes não havia mesmo solução senão deitá-lo para um lugar qualquer.

M disse...

ok. Nós tb tínhamos lixeiras espalhadas pelo país, ainda há um par de anos; não eram à porta de casa, mas eram pelas encostas à beira da estrada...

MauFeitio disse...

exacto! se calhar eram menos visíveis que estas, mas estavam lá.