Da próxima vez falem comigo, ok?


Vamos lá ver se nos entendemos. Os aeroportos são um mal necessário, certo? Nem toda a gente os usa para ir de férias, ok? A malta perde montes de horas naquelas paredes e aproveita para abrir o computador e trabalhar que isto de dizer “não tive acesso ao email porque estava de viagem” já não se usa, certo? Todos temos ligações, muitas vezes de horas, entre voos. Viagens de noite em que saímos do avião com os olhos cheios de remelas e um indescritível cheiro a suor e cansaço e um cansaço na alma que só um bom banho quente consegue limpar.
Então porque diabo é que insistem em pôr nas casas de banho dos aeroportos aqueles secadores de mão a ar?? Expliquem-me como é que eu seco a cara com aquela porcaria! Expliquem-me porque é que, a não ser que seja cliente Gold (e mesmo esses não sei…) não há uma porcaria de um espaço para tomar um banho e aguentar a pancada que se avizinha? Sabem quantas pessoas vão directas do avião para o trabalho? Muitas, bolas! Mesmo muitas!!!
E porque raio é que não metem tomadas nas zonas de embarque??? As baterias dos computadores morrem, sabiam?? E já agora, é assim tão caro instalar um sistema Wi-Fi de borla para passageiros?? Caramba, peçam o nº do cartão de embarque como autenticação…
E já que reclamamos… porque diabo é que, em económica, e apesar de os voos (tirando as low cost) não serem baratos, a comida tem de ser tão m
á?
E nem se atrevam a pedir um whisky que vão morrer intoxicados (eu tentei no ultimo voo para ver se depois conseguia adormecer… um micro-gole e percebi que era menos doloroso aguentar a directa). Ah, e já agora, que tal ensinar as hospedeiras a falar os mínimos dos mínimos dos países para onde voam?
Mas não, começo a achar que a malta da aviação gosta é mesmo de torturar o povo que viaja em económica. Pode ser que desistam e eles fiquem só com os clientes das executivas. Ou talvez não e o comum dos mortais continue a voar porque simplesmente tem mesmo de o fazer e aguenta a pancada.
Rais parta.

Sem comentários: