Ele há dias...

Ele há dias em que as coisas não correm bem. Não ficamos contentes connosco mesmos, com o que conseguimos, com o que batalhámos. Andámos, corremos, fomos, tentámos, fizemos. Houve pesadelos com a preocupação, acordares sobressaltados com a agenda e lista de afazeres. Mas afinal não deu, não chegou. E é preciso descobrir forças para amanhã sabe-se lá onde.

1 comentário:

Naná disse...

Há dias mesmo não... mas mais vale dormir uma noite e recomeçar no dia seguinte!