Das férias

Ainda estou por cá. Mas não me apetece colocar mais posts, um sobre cada dia.
O que importa é que estas férias me souberam pela vida. Há 3 anos que não tinha férias assim. É que com isto de estar em Angola, as férias normalmente significam uma imensa corrida de problemas para tratar, compras para fazer, médicos, amigos, família, km, agenda em punho para não me esquecer de nenhum encontro nem jantar.
Desta vez não. Pouca coisa para tratar, tempo para os amigos sem pressas e, melhor que tudo, tempo para mim. Para parar, para fazer as coisas de que gosto, para pensar em projectos novos, para perceber que há gente que sente a minha falta e gosta de falar e estar comigo e faz km e km para conseguir isso.
Amanhã, avião de regresso a África. 3 meses até ao Natal. Não pensei muito em trabalho mas já tenho os meus meses estruturados. Sei o que quero fazer. Sei que o consigo fazer. Volto energizada, de sorriso nos lábios, a saber que há surpresas boas em cada esquina da vida.
Obrigada a todos pelas férias que me deram! 

Sem comentários: