Ando a sonhar com roupa nova

Depois de 3 anos num país tropical, sempre a usar roupa de Verão, a não valer a pena investir em peças boas porque nada resiste a esta água e à maioria das empregadas, eu ando a sonhar com roupa nova. Roupa gira. Roupa de Inverno. Roupa com design e corte e um toque de irreverência. Sonho com botas. Com gorros. Ando pela net a sonhar e a, de vez em quando, acabar por comprar porque me apetece roupa nova mal chegue a Portugal. Vai haver mais umas botas SH (cor-de-rosa bebé, lindas de morrer e agora quem está a morrer são as minhas amigas que estão a pensar "cor-de-rosa bebé? Ela flipou de vez"), vestidos e camisolas Kling. Só não ha nada SkunkFunk porque aqueles idiotas não enviam para Portugal. A Anthropologie anda-me cá a tentar. Ainda devo descobrir mais umas coisas giras nos próximos dias. E depois, quando aterrar, por favor, eu quero um centro comercial! Preciso de me mimar para o Inverno. Mimar para uma fase nova!

Lamento este post consumista numa época de crise. Mas é a mais pura verdade.

1 comentário:

M disse...

Eu percebo-te! Quando chega o Outono sonho enroscar-me em coisas quentinhas e fofas... um bom corte e irreverência tb aprecio;) espreitei a kling, adorei!
Mima-te!