Desmob #3

Hoje é o outro momento de despedida importante: vou dizer adeus à família. A minha família adoptiva, na verdade família de sangue da minha melhor amiga, foi uma das coisas mais fantásticas que ganhei em Angola. Gente de sorriso largo e carinhoso que, desde o primeiro dia em que cheguei e me apresentaram "Esta é a Sandra, a amiga da Shorty, lembram-se dela do meu casamento, certo?" me fez sentir em casa, me tornou parte da família, me acarinhou, preocupou. Adoro chegar e ser recebida com um "Então sobrinha? :)", adoro sentar-me à conversa com eles durante aquelas horas de domingo, receber beijos e abraços dos mais pequenos, discutir a vida com os adultos, roubar os melhores rissois do mundo mal saem da frigideira, vir de lá ao final da tarde do domingo a sentir-me bem, a sentir-me parte de algo.
Se há gente que merece um imenso bem-haja é a família! Levo-os a todos no coração e sei que nos vamos continuar a ver em Portugal.

Sem comentários: