Seguir impulsos

Acho que já toda a gente percebeu que eu ando cansada. Muito cansada. A funcionar com o mínimo de neurónios posssíveis mal saio do escritório para fora. Venho para casa, caio no sofá e só muito raramente tenho coragem de me arrastar para fora e ir fazer alguma coisa. Mas este fim‑de‑semana.... A promessa de verão, a certeza de mais uma semana dura e, acima de tudo, a consciência que isto do mononeurónica não pode durar para sempre. Por isso, liguei à Joia da Coroa e desafiei-a. Saímos daqui. Fomos aonde não conhecíamos. Apanhámos sol, matámos mosquitos, envolvemos cada pedacinho de pele em toneladas de protector. Lemos livros e falámos e perdemo-nos pelo caminho. Comemos uma pizza com as mãos a saber a sal e o banho de chegada a casa trouxe a preguiça boa de muitas imagens novas na cabeça. E amanhã, que venha! Quantos são? Quantos são? :) P.s. As fotos aparecerão por aqui um dia destes.

Sem comentários: