A FIA

Já tinha ouvido falar. Mas eu estava em Angola, né?
Por isso, aproveitando que agora moro na capital, toca de ir à FIA hoje ao final da tarde. E vim de lá 1/3 encantada e feliz e inspirada pelos artesãos portugueses que vi no Pavilhão 1 e 2/3 horrorizada pelo pavilhão internacional cheio de quinquilharia e tralha e incenso barato e coisas feitas em série que de artesanato não têm nada (com sorte cruzam-se por uma ou duas bancas com umas máscaras africanas giras) e pelo pavilhão de comida. É que até há lá coisas com bom aspecto mas o prato de enchidos que nos veio parar à frente tinha ma farinheira má, um chouriço que de cgphouriço tinha pouco, uma espécie de enchido de sangue que não sabia a nada e o vinho branco alentejano era branco mas não sei se era alentejano e também não devia ser vinho.
Mas enfim, fiquem pelo pavilhão 1! Passem a ver as rendas maravilhosas dos Açores (linha n 60?) e há uns cestos delicados feitos por uma senhora de 80 anos. Veio um de cada para casa. Amanhã mostro. Mas há muito mais coisas bonitas e bem feitas e cheias de uma áurea positiva! Valeu bem a visita.

Comentários

J. disse…
também estive la no domingo :) fiquei apaixonada pelos cestos e tenho que la regressar na quinta porque vai la estar a senhora que os vende ;)

vim de la com un anel do niger e estou a pensar se com o cesto trago uma mala de pele de camelo que negociei a um" preço marroquino" e que depois acabei por nao ir buscar porque me disseram que me ia fartar do cheiro"... mas tenho-a atravessada...

mostra o que compraste :)
MauFeitio disse…
Vou ver se fotografo as coisas. E sim, cuidado com a mala. Ou o cabedal é de excelente qualidade ou nunca perde o cheiro. Tive um puff que cheirava pouco. mas nunca deixou de cheiras :)
Anónimo disse…
Também lá estive na sábado. Sim definitivamente não passem do 1 Stand. Recomendo o Stand da Beatriz Sendim, o da Buhh, as golas Ana Baleia,os cães e gatos em tecido da Ar Craft Studio