Às vezes precisamos de um empurrão

O cansaço que as férias só disfarçaram. A preguiça que continua a imperar em mim. Esta vontade de desligar o cérebro ao final do dia. E também as dores nas costas de manhã. E sinais que já não conseguia fingir que não sentia de tensão nas costas.
Mas hoje ofereci-me um tratamento de corpo e alma. E percebi que há coisas que têm mesmo de mudar.
E portanto, ponto 1: rodear-me de mais coisas bonitas e novas e diferentes. Sai uma assinatura da Kinfolk. E renovei a New Yorker porque afinal já não há paciência para o Público online a que tenho dado uma vista de olhos ao pequeno-almoço.
Os pontos seguintes... Um dia de cada vez!

1 comentário:

a andorinha disse...

sinto esse cansaço já há muito tempo e ignorei-o tempo demais. chega a um ponto em que somos surpreendidas com a necessidade de mudar porque o corpo manda e a saúde está primeiro. e cheguei à conclusão que um dia de cada vez ajuda mas pode não ser suficiente, mas somos todos tão diferentes que não dá para encontrar fórmulas que funcionem sempre por isso pode ser que uma boa revista ajude. boa sorte! :)