Barbaridades e as amigas que as entendem

O melhor da minha pandilha de amigos é que há lá uns poucos (quase todos mulheres, é verdade) que quando eu digo aquelas barbaridades que fazem as pessoas parar, olhar-me de lado e pensar que eu sou, no mínimo, um ser insuportável e indecentemente snob, não só entendem como logo a seguir dão o perfeito exemplo prático do que eu estou a dizer :)

1 comentário:

a andorinha disse...

Que sorte ter amigos assim!
Confesso que tenho poucos desses e têm vindo a diminuir mas a culpa deve ser minha :) A idade faz-nos estas coisas. Perdemos a pachorra, deixamos cair a "máscara" da conveniência e tornamo-nos mais sinceros!