Eu explico como se passa o melhor domingo do mundo!

Acordar às 8 da manhã.
Às 9, pegar no telefone e mandar 2 conjuntos de sms:
Sms1 'meninas, tá tudo convocado para almoçar no lugar do costume. 1 da tarde'.
Sms2 ' preciso de uma mesa para 6, às 13, para a tua pandilha favorita de miúdas giras'.
O primeiro sms segue para as amigas do costume. O segundo sms segue para o chefe de sala da Enoteca de Belém (sim, eu tenho o número de telefone mas não dou.... Conquista-se! ).
Depois, é chegar a horas. Com bom humor. Com vontade de rir! Com bons amigos, felizes por estarem juntos e por receberem quem se juntou agora à pandilha!
A ementa? Nós cá entregamo-nos nas mãos do Ricardo. O que vamos beber? Isso é problema do Nelson! E acreditem, vai correr tudo bem!

Saímos de lá quatro horas mais tarde. Felizes, com a cara a doer de rir! Os restantes comedores devem ter achado que aquela mesa era louca! Mas que importa? Tivemos presentes, cuscuvelhices, gargalhadas, parvoíce pegada, vinhos extraordinários, comida bestial, gargalhadas (já tinha mencionado as gargalhadas? temos pena, é mesmo para repetir...), descrições de sobremesas que levam a imediatas confissões de paixão, mais vinho, mais riso.
E as amizades, se é que tal é possível, saem mais fortes por mais memórias partihadas.
Vão por mim. Sei bem do que falo.
Bom domingo para todos!

Sem comentários: