Dias longos


Estes dias em Angola têm sido longos. Muita gente. Muita reunião. Muita coisa para organizar na minha cabeça. Ao final do dia não vou para a minha casa para passar umas horas sozinha a deixar os neurónios processar. Ao final do dia há jantares e conversas em que rio mas que me roubam horas de sono. Hoje de tarde, decidi tirar umas horas para mim. O preço vai ser agarrar-me ao computador amanhã de manhã. Lá fora o dia está solarengo. Mas eu estou num sofá, a ouvir Minta, a crochetar e a ler. Porque a verdade é que tempo para mim é uma coisa que preciso cada vez mais.

Sem comentários: