Home is where my fabric is

Pilhas? Check. Redescobrir o Porto? Check
Mas hoje à noite, sigo para casa. Durante 6 dias úteis (isto deve ser o record dos últimos 2 meses ou quase) vou trabalhar todos os dias na mesma secretária. Vou todos os dias para casa. Vou jantar em casa quase todos (excepto sábado que a noite promete com duas das minhas blogger favoritas). Vou lavar os linhos que comprei e medir de novo a colcha. Vou reclamar que o meu frigorífico vai de novo estar cheio de coisas que já devia ter comido e lá vou eu comprar tudo de novo. Mas vão ser dias seguidos em casa.
Eu sei que isto pode parecer uma parvoíce. Mas para mim, home é mesmo onde estão os meus tecidos, as minhas lãs, os meus livros, a minha história e, mais recentemente, o Afonso Meireles. E isto de andar de um lado para o outro até pode ser engraçado e proporciona coisas deliciosas e a vida nunca é aborrecida. Mas hoje, vou para casa!

2 comentários:

Fábio Alves disse...

Gostei do seu texto, é gostoso de ler. Parabéns! E divirta-se com seus tecidos! Hehehe

J. disse...

:)