A lenta morte dos blogs

Antes de usar o blogger para ir acompanhando os blogs de que gosto mais, tinha um separador no google com os links. Muitos deles passei para o blogger. Outros, por um motivo ou outro,  nunca passaram. Hoje tirei uns minutos para ir ver esses lugares. Procurava coisas bonitas, inspiração, uns minutos para mim antes de atacar a tradução que tenho nas mãos. E fiquei triste. Muito desses blogs morreram. Foram definhando. O último post é de há anos atrás.
Acredito que aquelas pessoas continuam a fazer coisas interessantes. Mais interessantes que escrevinhar aqui. Mas eram um porto seguro de inspiração e de coisas bonitas. Percebo-as bem porque muitas vezes este blog também anda ao abandono. Há alturas em que parece que não há nada para dizer ou mostrar que seja interessante para mim e que mereça 30 segundos de atenção dos outros. Mas vai vivendo. Sobrevivendo. Aos soluços é certo. Mas vai vivendo. E espero que continue a ser a proporcionar alguma coisa boa aos resistentes que continuam a passar por aqui!

5 comentários:

Sílvia Silva disse...

Há muitos blogs novos também, mas sim, é como se fosse uma geração de bloggers que está a desaparecer. Muitos deles muitos bons. Claro que quem como eu e tu, já anda por aqui há uns bons anos sente sempre aquela sensação de perda e que o que anda por aí a aparecer nunca é tão bom. O teu blog é genuíno, verdadeiramente pessoal, descomprometido e nota-se que é actualizado com leveza, não procura conteúdos 'tipo revista' e é por isso que venho aqui sempre! bjs:)

Patrícia Simões disse...

Ontem aconteceu-me o mesmo e tive a mesma sensação. Fiz uma limpeza geral aos blogs que tinha na minha lista e a maior parte deles estavam parados e já nem existiam. Continuo a dizer que gosto muito de blogs.

MauFeitio disse...

Olá Sílvia!
Sim, eu tenho descoberto coisas novas (muitas delas graças a ti, é verdade!) e muitas dessas têm entrado na minha lista de leituras porque os acho interessantes. Mas é aquela coisa do "eu achava que ia envelhecer com este blog activo", sim, uma geração que vai desaparecendo.
E obrigada por continuares a vir aqui! Sabe bem ter por perto os bloggers e amigos de sempre!

Patrícia, pertences à velha guarda!Acho que a tua frase devia virar mote: Eu gosto muito de blogs :)

beijos meninas bloggers!

J. disse...

Também sinto isso de ha mais ou menos um ano para ca. Blogs que seguia regularmente publicarem cada vez menos até desaparecerem. Tenho pena e tenho encontro do poucas coisas novas que gosto de ler. Mas as raparigas destes três comentarios estao na minha lista de leituras. bj

MauFeitio disse...

J., que seria dos dias sem as tuas fotos da cidade? :)