Mais uma volta ao carrossel

Estou a preparar-me para ir passar duas semanas de trabalho à Mauritânia. Não me venham com a pergunta "Gostas?" quando eu regressar porque é uma pergunta a que odeio responder. É trabalho, tenho que ir, não importa se gosto ou não. Mas digo desde já que países árabes para mim não são fáceis. Não tem nada a ver com ser mulher, apenas a maneira de trabalhar e pensar é tão diferente da nossa que me exige um esforço monstro manter uma cara simpática e seguir e fazer e acontecer. Mas vou. E vou cumprir os objectivos. Sabem o que tem andado mesmo na minha cabeça? O que é que levo para as horas vagas? Não sei se hoje ainda não me vou dar ao trabalho de cortar uns tecidos para fazer lá mais uns hexágonos. Afinal, nunca há hexágonos a mais na minha vida.

Sem comentários: