Enfrentar medos


Fiz uma peça de vestir na vida. Uma espécie de colete, no final do liceu. Não gostei do processo e não fosse a minha mãe, nunca o teria acabado. Desde aí, fiquei com medo de fazer roupa. Sou capaz de compor bainhas mas a maioria das vezes peço ajuda. Há qualquer coisa nas peças de vestir que me assusta. Não sei como caem os tecidos. Como se tiram as medidas. Como diabo é que as costuras vão ficar mesmo certinhas?
Mas a curiosidade está lá. E ontem decidi atacar o touro pelos cornos. Ou se calhar pelo rabo porque não podia haver mais fácil do que aquilo. Dois rectângulos de tecido e fita feita no mesmo tecido. Marca as bainhas, alinhava tudo. Monta a peça com tempo. Ninguém corre atrás de ti. Faz isso bem, Sandra Maria.
E fiz! E estou feliz! E hoje vou acabar outra coisa que anda por aqui mas apetece-me sair, comprar um tecido de inverno e fazer uma saia! Ou se calhar só comprar o tecido e cravar apoio moral à mãe.

Sem comentários: