Estamos quase, quase lá

Este fim-de-semana, o puzzle da minha casa fica completo. Vai finalmente chegar a mesa que vai servir de mesa de trabalho. Onde vou deixar espalhados tecidos, tesouras, máquina de costura. A bela da alcatifa vai ficar cheia de fiozinhos e pedacinhos de tecido que escaparam ao meu controlo. Tenho um grande plano na cabeça que não sei bem quanto tempo vai demorar. A manta, a tal da manta, ainda precisa de muitas horas de quilting. E, perguntam vocês, porque diabo não tens feito nada? Se não tens uma mesa dedicada, faz noutra. Eu sei, é verdade. Mas não é a mesma coisa. Gosto que cada lugar da casa me leve a um mundo diferente. E, honestamente, estou com saudades de um espaço dedicado ao mundo dos trapos.

Sem comentários: